domingo, 21/04/2024
InícioJustiçaJustiça mantém prisão do empresário suspeito de matar estudante de medicina em...

Justiça mantém prisão do empresário suspeito de matar estudante de medicina em João Pessoa

  Johannes Dudeck, suspeito de matar a estudante de medicina Mariana Thomaz de Oliveira, em João Pessoa, teve sua prisão mantida pela Justiça em audiência de custódia. Ele será transferido para a Penitenciária de Segurança Média Juiz Hitler Cantalice, na Capital paraibana.

O suspeito já responde a diversos processos sendo alguns deles por violência doméstica, ameaça e lesão corporal.

- Continua depois da Publicidade -

O corpo de Mariana foi sepultado ontem em Lavras da Mangabeira, no interior do Ceará. Uma multidão acompanhou o velório e o cortejo da jovem, que era natural do município e cursava medicina em uma faculdade particular em João Pessoa.

A vítima estaria em um relacionamento com o suspeito há cerca de três semanas. Em relato da advogada contratada pela família, Dayane Carvalho, ela já havia relatado a amigas que não tinha tido relações sexuais com o suspeito.

FatoPB
VOCÊ PODE QUERER VER TAMBÉM

DEIXE UMA RESPOSTA

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui

- Publicidade -

Mais Lidas

- Publicidade -

Últimas

- Publicidade -
- Publicidade -